quarta-feira, 15 de abril de 2009

domingo, 12 de abril de 2009

Glaciar Perito Moreno - 2006

Essas fotos são as únicas que tenho da viagem que fiz para a Patagônia.
Todas outras foram perdidas.




Acho que isso foi em 2006. Não tenho certeza.
Foda esse paredão de gelo de 15 metros de altura, e 200 e tantos Kms de extensão.



Consegui inclusive me arrebentar nessa viagem, depois de uma bebedeira. Fica aí o registro do papelão em terras internacionais.



Bons tempos.


A Geleira Perito Moreno é considerada uma das reservas de água doce mais importantes do mundo. É uma das geleiras mais imponentes e já foi chamada de a "oitava maravilha do mundo", devido à vista que se tem de seu topo.

terça-feira, 7 de abril de 2009

David Goggins - Ultramaratonista

video

Correr 216 Km (135 Milhas) no deserto, praticamente sem ter experiência em ultramaratonas, e terminar em quinto, não é pra qualquer um.

http://www.davidgoggins.com/

sábado, 4 de abril de 2009

Serra da Cantareira

Pedalada até o Parque Estadual do Horto Florestal, na Serra da Cantareira.

Aproximadamente 65 Km ida e volta.



Como ir pela 23 de Maio é praticamente impossível de bike, fui ali por Perdizes, e atravessei a Marginal Tietê pela Ponte do Limão.


Na Casa Verde, segui pela Av. Engenheiro Caetano Álvares até ver a Serra.


Fazia uns 15 anos que não ia lá. Por incrível que pareça, me lembrava de alguns lugares.




O Parque Estadual da Cantareira é a maior floresta urbana nativa do mundo. Seus 7.900 hectares são formados por remanescentes de mata atlântica. O parque assegura a proteção de seus mananciais, além de abrigar diversas espécies animais ameaçadas de extinção, como o bugio, o gato-do-mato, a jaguatirica, o macuco, o gavião-pomba, o jacuguaçu e o bacurau-tesoura-grande.

quinta-feira, 2 de abril de 2009

Estrada da Morte

A Estrada dos Yungas, vulgarmente conhecida como Estrada da Morte, liga La Cumbre a Coroico, na Bolívia.



São 3.600 metros de altitude, em 64 Km de extensão. O percurso é estreito, com barrancos e desfiladeiros íngremes, sem nenhum tipo de proteção.


Uma característica muito conhecida são as "Santas Cruzes" ao longo da pirambeira. Cada uma significa que um automóvel rolou morro abaixo.



As agências de mountain bike bolivianas Gravity, Madness e Rocky Mountain, entre outras, formam grupos para descer a estrada regularmente. O preço, pelo que pesquisei pela internet fica entre R$ 100 e R$ 200.



Isso, obviamente, sem contar o custo do trajeto de São Paulo até La Paz.

Fica aí a dica, pra você que quer arriscar sua vida sem necessidade nas próximas férias.